7 fontes de financiamento para empresas

Buscar auxílio financeiro é uma alternativa que empresários utilizam para garantir o desenvolvimento do negócio. O capital levantado possibilita que empresas em estágio inicial sigam em frente com a aplicação de suas ideias, assim como permite que negócios em estágio mais avançado invistam na expansão da empresa.financiamento

Porém, não se trata de uma busca fácil. Antes de tudo, o empreendedor deve ter um plano de negócios bem detalhado para guiar suas ações, ter registros de todas as informações relevantes para apresentar a investidores e, principalmente, saber do quanto ele precisa levantar para trilhar seu caminho ao sucesso.

Há várias formas de buscar financiamento. Mas, basicamente, existem dois tipos nos quais essas formas podem se encaixar: equidade e dívida. As duas modalidades têm suas vantagens e desvantagens. Apesar da possibilidade de conseguir um empréstimo com mais facilidade, o empresário não tem garantia de que o seu negócio terá resultados suficientes para arcar com a dívida. Porém, diferente da equidade, não é necessário abrir mão de nenhuma parte do negócio e perder o controle total sobre ele. Como mencionado anteriormente, há várias fontes de financiamento que um empreendedor pode considerar. Confira algumas delas abaixo:

Economias pessoais

A primeira possibilidade de levantar capital para investir no negócio é por meio da economia do dinheiro próprio. Essa é uma forma vantajosa por não obrigar o empreendedor acumular dívidas, nem perder autonomia no negócio. A questão é que dificilmente alguém consegue economizar esse valor da noite para o dia, é algo que demanda bastante tempo e planejamento. A não ser que a pessoa tenha bens dos quais possa se desfazer para investir no desenvolvimento da empresa.

Amigos e família

Recorrer a familiares ou amigos para levantar dinheiro para o negócio também é uma alternativa a ser considerada. Esse tipo de financiamento pode ser tanto por meio de um empréstimo ou de uma sociedade. O fator que complica um pouco esse tipo de negócio são as emoções envolvidas nele. Afinal, você estará lidando com pessoas de seu convívio. Portanto, garanta que a pessoa saiba dos riscos que podem envolver esse negócio.

Bootstrapping

Nesta modalidade o negócio financia a si mesmo, sem precisar correr atrás de pessoas interessadas em investir nele. Entretanto, como em todos os outros tipos, há riscos envolvidos. A ideia de se preparar antes de ir para o mercado, ou seja, fazer um bom planejamento, deve estar presente em qualquer negócio. Porém, no Bootstrapping é de extrema importância que o empreendedor tenha noção de cada passo que precisa dar para seguir em frente com o negócio. Afinal, ele está sozinho nessa e só terá sucesso se tiver bons resultados.

Parceiros

Neste caso, você deve buscar alguém que compartilhe dos mesmos princípios que você. Além de estar tão interessado quanto você quando o assunto for o sucesso do empreendimento. Esse parceiro ajudará na questão financeira do negócio, podendo ou não fazer parte das suas operações.

Crowdfunding

Muito utilizado pelas startups que buscam a aplicação de suas ideias, o crowdfunding se trata de um financiamento coletivo. Basicamente, ele funciona por intermédio de plataformas disponíveis na internet. Algumas delas são: Kickante, Catarse e Benfeitoria.

Investidores-anjo

Este tipo de financiamento é feito por um profissional experiente que, além de capital, também leva conhecimento e os contatos que possui para auxiliar no desenvolvimento do negócio. Em troca ele tem alguma participação no negócio. Se você estiver interessado nesta modalidade, pesquise eventos relacionados para que possa comparecer fazer contatos. Existe também a possibilidade de fazer uma busca na internet para encontrar grupos especializados. O Grupo Gávea Angels é um exemplo a ser considerado.

Bancos

Esta opção é escolhida por muitos no início de um negócio, mas envolve um grande problema: os juros. Caso o empreendedor precise de um empréstimo bancário para complementar algum outro modo de financiamento, ele pode ser usado como um auxílio. A questão é que, quanto maior for o valor necessário, mais complicado ficará para arcar com a dívida posteriormente.

É preciso tomar alguns cuidados no momento em que você for fazer uma apresentação sobre os aspectos que envolvem o seu negócio. Veja no infográfico abaixo algumas dicas para que você possa garantir a conquista do capital desejado.

levantar capital

Equipe EV